sexta-feira, 9 de novembro de 2007

Tremenda injustiça




O que se passou esta noite no Estádio de Alvalade, foi sem duvidas uma tremenda injustiça, é por estas e "outras" razões que nunca gostei que o Sporting encontrasse equipas italianas, sempre cínicas, conseguindo com aquele jogo morno do costume, atingir sempre os seus objectivos. O Sporting dominou completamente a partida dispôs de inúmeras ocasiões para marcar, esteve em desvantagem, conseguiu recuperar, e a 2ª vez que a bola vai à baliza de Tiago, no último minuto do encontro a bola acaba por entrar na baliza, após um remate de Pizarro que bate na perna de João Moutinho, e acaba por embater na cabeça de Polga acabando no fundo das redes. A outra razão que sempre me fez detestar jogar contra equipas italianas, é o proteccionismo exercido pelos árbitros a estas formações, desta vez foi um golo mal anulado ao Sporting, onde Liedson não faz qualquer falta sobre o guarda redes Doni e este acaba por introduzir completamente a bola na sua baliza. E Liedson, Liedson foi simplesmente e para não variar brilhante, seria sem duvida o titulo deste post caso a justiça no resultado tivesse prevalecido, 2 golos, e o quebra cabeças do costuma das defesas contrárias, mais uma vez o melhor em campo. De realçar a excelente exibição do colectivo, com a ressalva de Djaló que foi completamente inútil, e o regresso às boas exibições por parte da formação leonina. Um destaque, há uns dias atrás num post de analise ao jogo contra o Fátima, eu tinha feito um esboço, de como gostaria de ver jogar o Sporting, e essa equipa ficou formada, quando Paulo Bento substituiu Djaló por Vukcevic, e passados 3 minutos chegámos ao golo só por curiosidade. O apuramento para os oitavos de final tornaram-se assim mais complicados, não dependendo só de nós para os atingirmos.

Sem comentários: